Sacola

0 Itens

Filtros
Subcategorias
Preço
Classificação Indicativa

DVD

A história do DVD se inicia nos primeiros anos da década de 90, mais precisamente em 1994, época em que surgem duas propostas diferentes para o desenvolvimento de um disco de alta capacidade e qualidade. Uma das propostas era o MultiMedia Compact Disc (MMCD), projeto desenvolvido pelas empresas Sony e Philips. A outra ideia era o Super Density Disc (SD), desenvolvido pela Toshiba, Warner Home Entertainment e outras empresas. Embora os dois projetos fossem bastante parecidos, não eram compatíveis entre si. A briga pela escolha do padrão utilizado representava grandes lucros para o grupo de empresas vencedor, afinal o mundo do cinema esperava ansiosamente pelo lançamento do sucessor do VHS. E por falar nisso, muitas empresas estavam preocupadas com as divergências dos projetos, pois temiam repetir o mesmo erro cometido nos anos 80, com os diferentes formatos de videocassetes VHS e Betamax. Depois de muita disputa, as empresas Sony e Philips resolveram ceder e aceitar o projeto do Super Density Disc, da Toshiba, porém com algumas modificações. Uma delas era a implantação da tecnologia “push-pull”, a qual permitia a passagem de uma cena para outra rapidamente, algo semelhante à troca de faixas de um CD. A outra condição era a adoção do sistema Philips EFMPlus. É em razão do mesmo que os DVDs possuem 4,7GB, ao invés de 5GB, que era a capacidade traçada no projeto inicial. Em 1996, foi lançado nos Estados Unidos o primeiro filme em DVD: Twister. No Brasil em 1999, mas em razão da forte desvalorização do real em 1999, a mídia só começou a se popularizar bem depois, a partir de 2002.

DVD